Revitalização de Igrejas

Diretrizes para Projetos de Revitalização de Igrejas em parceria com o PMC IPB

Rio de Janeiro, 30 de agosto de 2016.

O PMC-IPB em sua competência Regimental resolve aprovar as seguintes diretrizes estratégicas para parcerias e futuras parcerias em Revitalização de Igrejas. Todo projeto seguirá três fases. Para cada fase, neste processo de Revitalização, os proponentes e o Projeto, incluindo o Pastor-Revitalizador se submeterão aos critérios de avaliação do PMC para prosseguimento à fase seguinte.

Fase inicial – Identificação do futuro Projeto
1. O proponente (Conselho e excepcionalmente presbitérios) identificará a Igreja que deve passar por um processo de Revitalização e encaminhará oficio (com resolução, número de Ata e data da reunião e nome e endereço dos responsáveis: Presbíteros e Pastor) solicitando parceria para diagnostico e elaboração de Projeto de Revitalização.

2. O PMC-IPB através de sua agenda da Projetos em Revitalização entrará em contato com o Conselho postulante e agendará um primeiro contato para conhecimento prévio e levantamento das informações locais e agendamento do início do diagnostico para o processo de Revitalização da Igreja;

3. O PMC-IPB e Conselho postulante elaborarão um Pré-projeto que será enviado pelo Sistema Online do PMC e nos termos do Edital para Projetos de Revitalização para análise do Plenário em sua reunião imediata.

Fase local – Diagnostico para Revitalização

4. Sob a ação direta do PMC atraves dos principios teologicos da IPB, de From Embers to a Flame e, de outras organizações genuinamente biblico reformada (após aprovação do PMC), o Projeto passará por um processo de diagnostico no período de 08 a 12 meses;

5. Durante o processo de diagnostico, sob oração ao Senhor, com temor e tremor serão estabelecidos os parâmetros locais, pastorais, eclesiológicos e missionais para mensurar as possibilidades de revitalização da Igreja, apontando as diretrizes pastorais (Pastor e
Presbíteros) e as condições atuais e futuras para a revitalização da Igreja.

6. Após diagnostico será elaborado pelo PMC-IPB um relatório circunstanciado com os seguintes itens:

  1. Enfermidades espirituais encontradas e remédios apontados para saúde da Igreja
  2. Questionários aplicados ao pastor, conselho e Igreja apontando a veracidade do Diagnostico e as possíveis soluções, inclusive as possibilidades pastorais para condução do processo de revitalização da Igreja
  3. Participação do PMC-IPB e tempo provável para restabelecer a saúde e marcha da Igreja numa linha de tempo: 1, 2, 5 e 10 anos.
  4.  Elaboração e encaminhamento do Projeto final ao PMC, após 1 ano de treinamento e ajustes atraves do Processo de Revitalização.

Fase Denominacional – Consolidação do Processo

1. Após aprovação do PMC o projeto será acompanhamento mensal ou bimestralmente observando o cumprimento das metas e a aquisição de atitudes saudáveis em todo o decorrer do processo de Revitalização.
2. Pastores e Conselhos tambem serão acompanhados buscando a sua recuperação ministerial, orgânica e missional.
3. Em casos muitos especiais, Presbitérios poderão passar por um processo
de Revitalização, a partir da Revitalização de Igrejas locais.

Rev. Dr. Jedeias de Almeida Duarte